Órgão especializado em paisagismo trabalha para deixar São Luís cada vez mais arborizada

Com cinco equipes operacionais encarregadas dos serviços direcionados às áreas verdes, incluindo plantio, poda, roço e retirada de vegetações em caso de emergência, o Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur) segue trabalhando para tornar São Luís uma cidade cada vez mais bonita, arborizada e sustentável. De janeiro a agosto deste ano, por exemplo, realizou 1.200 plantios e trans plantio de 15 exemplares. Além disso, fez 3.850 podas, 130 supressões e 37 remoções.

“Nós também realizamos serviços gerais de manutenção em 208 praças nesse mesmo intervalo de tempo, bem como roço e limpeza em 218.816 mil metros quadrados, incluindo canteiros e rotatórias”, informou Walber Filho, presidente do Impur.

Segundo ele, desde 2021, já na gestão do prefeito Eduardo Braide, a meta é obter maior celeridade na execução das atividades. Com a transferência da sede para a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (SEMOSP), o trabalho passou a ser alinhado às intervenções civis com propósitos e ações que visam à melhoria do paisagismo na capital.

“Atualmente, estamos executando um projeto paisagístico na rotatória do Caolho, na Avenida dos Holandeses, dentro do programa ‘Trânsito Livre’. Os canteiros serão requalificados por meio de áreas permeáveis compostas por forrações e espécies arbustivas, proporcionando o embelezamento e revitalização do local”, detalhou.

 

Plantio

Conforme o presidente, algumas avenidas de São Luís, com corredores primários e que apresentam alto tráfego de automóveis e circulação de pedestres, precisam de plantio de novas árvores e manutenção constante da vegetação existente. É o caso da Avenida dos Franceses, São Luís Rei de França, Daniel de La Touche, Jerônimo de Albuquerque, Presidente Médici, Vitorino Freire, Euclides Figueiredo, Colares Moreira e Holandeses.

Ele informou, também, que o órgão tem grande interesse em firmar parcerias com a iniciativa privada e que, atualmente, isso é feito por meio de um termo de cooperação prévio entre o órgão municipal e a empresa, a qual apresenta o projeto paisagístico que pretende realizar.

“Posteriormente, esse projeto passa por uma análise do corpo técnico capacitado, que sugere adequações e decide a viabilidade dessa intervenção. O convênio apresenta ao setor privado as vantagens de se investir no paisagismo de espaços públicos livres, como rotatórias, canteiros centrais e praças por meio da valorização e embelezamento do entorno, bem como pela utilização do espaço para publicidade da empresa com sinalizações adequadas e padronizadas”, explicou.

Além das ações em associação com empresas, o órgão busca ampliar parcerias entre a comunidade e seus comitês gestores localizados no entorno de praças. Com isto, quer envolver a comunidade na fiscalização, cuidado e manutenção de áreas públicas. Dessa forma, os moradores dos bairros ocuparão os espaços gerando um sentimento de pertencimento e evitando depredação e vandalismo.

“O órgão está de portas abertas para a comunidade como um meio de diálogo entre o poder público e seus representantes, possibilitando maior agilidade no processo de solicitação e diminuindo o tempo de atendimento da demanda solicitada”, disse.

O Impur foi criado em 2012 e tem a função de planejar, operar e manter as áreas verdes públicas do município localizadas em ruas e avenidas, praças e parques, espaços abertos, ao redor de instituições públicas e privadas, bem como áreas livres de lotes.

 

A sede física fica na Avenida Santos Dumont, 2000, no bairro São Cristóvão.

As solicitações podem ser feitas presencialmente ou pelo email impurma@gmail.com ou pelo telefone 9186.6892.

Rolar para cima